Convênios Pessoa Física e Individuais

Unimed , Assim, Leve, Pop e Integral comercializam planos individuais no Rio de Janeiro.
Verifique a possibilidade de Aderir ao Plano Adesão, não individual (Mais Opções e Mais Barato).
Para acelerar o atendimento não esqueça de informar a idade de todos os participantes.

    • 1 - Dados Pessoais

    • 2 - De quais Planos de Saúde você deseja cotação?

    • 3 - Idade e número dos Participantes

      Preencha o número no campo que corresponde a idade (Ex:''2''no campo de 24-28 para duas pessoas entre 24 e 28 anos).

. .

Valores da assistência médica privada individual no estado do Rio

1 – Pesquisar os valores atualizados dos convênios médicos

2 – Verificar o plano de saúde desejado pelo cliente do RJ

3 –  Verificar a (as) faixa (s) etária (s) solicitada (s)

4 – Elaborar tabela de preços personalizada dos planos

5 – Encaminhar os valores através do meio de contato preferido

6 – Tirar todas as dúvidas referente ao plano de saúde escolhido

7 – Levar o contrato para assinatura ao cliente (ou OnLine)

8 – Oferecer acesso à melhor assistência médica aos beneficiários.

planos-de-saude-individuais-rj

Solicite os preços de planos de saúde individual em todo o estado do RJ.

A escolha de um plano de saúde individual que se adeque às suas necessidades no Rio de Janeiro, Baixada Fluminense, Norte Fluminense, São Gonçalo e Niterói é tarefa que exige grande pesquisa e análise de dados das Operadoras de assistência médica privada (só comercializamos planos com registro de funcionamento e não suspensos pela ANS – Agência Nacional de Saúde). No Plano de Saúde Individual a ANS é a única responsável pela definição dos reajustes de preços de planos de saúde.

Plano Individual ou Familiar: Você procura a operadora ou Corretor para contratar o plano. Principais características do plano Individual ou Familiar: Adesão: Livre Carência: Sim Cobertura: Conforme o contrato e o Rol de Procedimentos Rescisão: Apenas em caso de fraude e/ou falta de pagamento Cobrança: Diretamente ao consumidor pela operadora de planos de saúde.

Dessa forma, após a escolha pela segmentação do plano de saúde (Hospitalar com internação e cirurgia, Ambulatorial com consultas e exames, dental, obstetrícia) é também verificado entre o corretor do plano e o cliente sobre as clínicas, hospitais, centros médicos que estejam dentro da área de residência e trânsito e trabalho, proporcionando acesso a consultas , exames, procedimentos de urgência e emergência de forma mais eficaz, em resumo, tudo é a conjugação da qualidade do plano , seu preço e o valor da tabela de cotação do escolha do plano de saúde no Rio de Janeiro com o perfil e necessidade do beneficiário.

Obtenha a tabela de convênios médicos individuais

Cotação dos planos de Saúde individuais no Rio de Janeiro

Utilize o Whatsapp para pronto atendimento em horário comercial ou use nosso formulário de cotação para receber as tabelas de valores pelo seu email de preferência, ou mesmo através de ligação para dúvidas iniciais sobre os tipos de cobertura oferecido pelos planos.
Tenha acesso aos preços e às coberturas médicas dos planos.

Após seu pedido de cotação dos planos de saúde, deslocamos o corretor mais próximo da sua região para iniciar o atendimento, que, caso seja fechado com sucesso, irá até um local para a assinatura do contrato

Utilize à vontade nossa ferramenta de valores para encontrar os melhores e mais baratos planos de saúde do Rio de Janeiro – RJ e todo o grande Rio, incluindo rede conveniada e assistência médica da Baixada e Norte Fluminense.

Quando em contato com o corretor de saúde, tire suas dúvidas sobre os tipos de planos comercializados pela Operadora de sua preferência.

Se Empresariais, coletivos por adesão, individuais etc, verifique exatamente a categoria e condições do plano escolhido e em caso de dúvidas peça esclarecimento ao corretor.

Em nossa carteira de opções colocamos no site as tabelas de preços da Amil Saúde, Amil Dental , Sulamérica Saúde, Bradesco Saúde, Golden Cross, Unimed, Salutar, Assim, CEMERU, NotreDame entre vários outros planos de saúde regionais

Em caso de decisão da ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar suspendendo a comercialização de algum plano ou seguro saúde imediatamente cessaremos o envio de valores e contratos desses planos.

Plano de Saúde Pessoa Física é um modelo de contratação através do CPF junto a uma operadora de saúde. Inclui Titulares e seus dependentes. Pode ser contratado no formato com ou sem coparticipação, acomodação coletiva ou apartamento, abrangência local, regional ou até mesmo Nacional. Muitas pessoas não tem acesso a planos empresariais, assim a assistência para pessoa física se torna uma boa opção para adesão ao plano de saúde no país.

Principais características do plano Individual ou Familiar:

  1.  Adesão: Livre
  2.  Carência: Sim
  3. Cobertura: Conforme o contrato e o Rol de Procedimentos
  4. Rescisão: Apenas em caso de fraude e/ou falta de pagamento
  5. Cobrança: Diretamente ao consumidor pela operadora de planos de saúde.

Ao contratar o seu plano de saúde diretamente com a operadora que vende planos, ou por intermédio de um corretor autorizado por ela, o seu plano de saúde é do grupo dos planos individuais ou familiares. É importante saber que a ANS regula apenas a atuação das operadoras de planos de saúde: autoriza a atuação dessas empresas, registra os produtos que comercializam e acompanha e fiscaliza as atividades delas.

Ao escolher o seu plano de saúde individual ou familiar, é preciso que você tenha atenção a diversos fatores. A operadora possui registro na ANS? Apenas as empresas registradas podem comercializar planos de saúde; Coberturas oferecidas pelo plano; Área de abrangência (cidade, estado, País); Rede credenciada (hospitais e consultórios disponíveis para atendimentos); Se existe necessidade de liberação de procedimentos; Política de reembolso (algumas empresas permitem que o usuário realize seu atendimento fora da rede credenciada, e depois fazem o reembolso do gasto).

e vocês não costumam viajar, um plano de saúde com abrangência geográfica municipal ou grupo de municípios pode ser uma boa opção. Se viajam com frequência, , dependendo dos lugares para onde viajam, talvez seja mais adequado considerar um plano de saúde com abrangência geográfica em grupos de estados, nacional ou até no exterior.1

Há planos de saúde que cobram um valor fixo por mês: usando ou não os serviços do plano, a mensalidade será a mesma. Outros planos de saúde cobram uma mensalidade menor, porém acrescentam à mensalidade um fator moderador, que é um valor adicional a ser pago por cada atendimento, consulta ou exame realizado naquele período.2

Por outro lado, se a pessoa é mais idosa ou se tem alguma doença crônica, como diabetes ou hipertensão, ou algum problema de saúde que exija fazer um tratamento constante, é provável que o custo da mensalidade acrescido dos atendimentos realizados no mês seja mais alto e por isso, nesses casos, o mais adequado é optar pela mensalidade sem o fator moderador.3

Por isso, é importante fazer uma estimativa e reservar o valor desse serviço. Você pode consultar o Guia ANS : defina suas necessidades, compare os planos de saúde e selecione a melhor opção para você. Após essa consulta, confira as informações e avaliações divulgadas pela ANS sobre as empresas que vendem planos de saúde.

O que é portabilidade de carências?

É a possibilidade de contratar um plano de saúde, individual ou familiar ou coletivo por adesão, com registro de produto na ANS, dentro da mesma operadora de planos de saúde ou em operadoras diferentes e ficar dispensado de cumprir novos períodos de carência ou de cobertura parcial temporária exigíveis e já cumpridos no plano de origem. Tal possibilidade vigora para os planos individuais e familiares e para os planos coletivos por adesão.

As operadoras de planos de saúde são obrigadas a seguir o índice definido para os planos novos contratados por pessoas físicas?

O índice divulgado pela ANS é um percentual máximo de reajuste voltado aos planos individuais/familiares médico-hospitalares, com ou sem cobertura odontológica, contratados após 1º de janeiro de 1999 ou adaptados à Lei nº 9.656/98 (planos novos). Portanto, para esses planos as operadoras não podem aplicar um percentual mais alto do que o autorizado, mas são livres para adotar índices inferiores ao divulgado pela ANS, ou mesmo manter suas mensalidades sem reajuste. Caso a operadora do plano de saúde não obtenha a autorização da ANS, não poderá reajustar tais contratos.

Como saber se o reajuste de planos individuais/familiares médico-hospitalares foi autorizado pela ANS?

A ANS disponibiliza no Espaço da Operadora, a consulta ao “Andamento do Processo de Solicitação de Reajuste” que permite à operadora verificar o status de sua solicitação de autorização para aplicação de reajuste (“em análise”, “sem pendência”, “deferido” ou “indeferido”). Concluído o processo de análise da solicitação de autorização para aplicação de reajuste, o deferimento ou indeferimento será divulgado no site da Agência e formalizado mediante ofício ANS, que será disponibilizado para download, via Programa Transmissor de Arquivos – PTA, e enviado pelos Correios.

A ANS define preços de planos de saúde?

Não. A regulação de planos de saúde não estipula preços a serem praticados pelas operadoras, seja para planos coletivos ou individuais. A regra estabelecida pela ANS exige que a operadora elabore uma nota técnica atuarial de precificação (NTRP) para cada um de seus planos como pré-requisito para a concessão do registro de planos e manutenção de sua comercialização.

Em razão de atraso no pagamento ou na renovação do contrato é permitida uma nova contagem (recontagem) de carência?

Não, porque para os contratos individuais e familiares, é proibida uma contagem de contagem de carência tanto em decorrência de atraso de mensalidade, quanto na renovação do contrato para as coberturas que já eram previstas no contrato anterior.

Como sei se o aumento de preço do meu plano de saúde individual/familiar médico-hospitalar está correto?

O aumento de preço do seu plano individual/familiar com cobertura médico-hospitalar estará correto se atender a quatro requisitos: for menor ou igual ao percentual máximo para reajuste definido pela ANS , se a operadora estiver autorizada pela Agência a aplicar o reajuste, se a aplicação do reajuste ocorrer no período de aplicação autorizado, e se somente for aplicado a partir da data de aniversário do contrato, que é o mês de contratação do plano. Consulte aqui se sua operadora foi autorizada a aplicar reajuste nas mensalidades dos planos individuais e familiares de assistência suplementar à saúde que tenham sido contratados após 1º de janeiro de 1999 ou adaptados à Lei nº 9.656, de 3 de junho de 1998. Essas informações também podem ser acessadas pelo Aplicativo ANS, para celulares smartphones e tablets, ou pelo Disque ANS (0800 701 9656).

Em planos individuais/familiares novos médico-hospitares, como deve ocorrer o reajuste dos valores relativos à franquia e coparticipação?

Caso a franquia e a coparticipação tenham sido estabelecidas em valor fixo no contrato, de acordo com a RN nº 171/08, estes valores não podem sofrer reajuste em percentual superior ao autorizado pela ANS para a contraprestação pecuniária mensal.Já se a coparticipação for estabelecida contratualmente em função de um percentual do custo do procedimento, os valores relativos à cobrança deste fator moderador deverão se alterar na mesma proporção das alterações ocorridas no custo do procedimento.

Quais os procedimentos adotados caso a operadora não obtenha a autorização de reajuste de planos individuais/familiares médico-hospitalares?

A operadora não poderá efetuar o reajuste anual por variação de custo. Caso julgue pertinente, a operadora poderá encaminhar pedido de reconsideração a ser postado, ou protocolizado, na ANS no prazo máximo de 10 (dez) dias, contados da ciência do indeferimento, com provas documentais de que a operadora já havia atendido às exigências descritas no art. 5º da RN nº 171/08, antes da data do indeferimento. Além disso, é facultado à operadora solicitar nova autorização de reajuste, desde que observadas as exigências do citado art. 5º, devendo para tanto ser aberto novo processo administrativo, o qual deverá seguir os mesmos trâmites do anterior, inclusive quanto ao pagamento de nova Taxa por Pedido de Reajuste de Contraprestação Pecuniária (TRC), conforme dispõe o § 7º, do art. 6º da referida Resolução Normativa.

Como um consumidor que tenha plano individual ou familiar pode obter a bonificação ou desconto na mensalidade?

O beneficiário deverá aderir ao programa de promoção do envelhecimento ativo ao longo do curso da vida, que ofereça essa vantagem. A formalização da bonificação, nos casos de planos individuais ou familiares, ocorre por meio de um documento que contem as condições gerais do termo aditivo estabelecido entre a operadora do plano de saúde e o beneficiário, contendo regras claras e pré-estabelecidas.

As grandes operadoras, visando evitar as regulação extrema da ANS, migraram ou mesmo encerraram a comercialização de planos de saúde individuais pessoa física no Rio de Janeiro, hoje temos as seguintes operadoras que ainda comercializam planos individuais no RJ:

  1. Unimed Rio
  2. Assim Saúde
  3. Leve Saúde
  4. Prevent Sênior
  5. SAMOC Saúde
  6. Silvestre Saúde
  7. Klini Saúde

Planos de Saúde Rio Health Brokers
Rua Domingos Ferreira, 180, SL 1102, 2RG6+FW Copacabana
Rio de Janeiro – RJ CEP:22050-012
(21)98807-3978
(21)96588-5608
proposta@planodesauderio.com

Plano de saúde individual: os principais detalhes do benefício

Ter um plano de saúde individual é essencial, principalmente para aqueles que trabalham como autônomos.

Várias empresas concedem planos de saúde empresariais, mas os que não trabalham para empresas ficam a mercê do sistema público de saúde.

Outro motivo para contratar um plano de saúde individual é para aqueles que estão morando sozinhos. Cuidar da sua saúde é essencial e com o sistema público cada vez mais abarrotado, é preciso pensar no que é melhor para você.

Há várias operadoras que fornecem os planos de saúde individuais no território nacional e com certeza você vai encontrar uma que se encaixe no seu orçamento.

Quer saber mais um pouco sobre o plano de saúde individual e conhecer sobre os benefícios de ter um? É só continuar lendo até o final que vamos explicar tudo que você precisa saber.

O que é o plano de saúde individual?

O plano de saúde individual é o tipo de convênio médico que se faz para apenas uma pessoa, ou seja, contrato com CPF e não CNPJ.

Esse tipo de plano pode ser extremamente vantajoso se a empresa onde você trabalha não possui um plano de saúde empresarial.

Além disso, para aqueles que trabalham como autônomos, é ainda melhor, pois dessa forma você pode cuidar bem da sua saúde.

Uma das vantagens de se ter um plano de saúde é que você pode fazer exames de rotina e monitorar sua saúde antes mesmo de ficar doente. Dessa forma, você se mantém muito mais saudável e pode tratar com mais facilidade no caso de ficar doente.

Outra vantagem de se ter um plano de saúde é que você não precisa depender do sistema público. Com o sistema privado, você pode ter acesso a tudo que precisar de maneira mais rápida e prática, sem precisar ficar horas nas filas esperando atendimento.

O plano de saúde individual é dividido em três tipos: ambulatorial, hospitalar e odontológico.

O plano de saúde ambulatorial é o mais simples deles, e é também o plano mais vantajoso se levar em consideração o custo benefício.

Com o plano ambulatorial você terá acesso a consultas em consultórios e clínicas médicas, bem como a realização dos exames necessários.

Nesse plano estão inclusos os exames de pré-natal e até mesmo pequenas cirurgias que não precisem de internação.

O plano de saúde hospitalar cobre grande parte dos procedimentos realizados pelo plano ambulatorial, mas não todos.

A vantagem do plano hospitalar é que você terá acesso a uma maior gama de opções de tratamentos, incluindo cirurgias e internações hospitalares.

O plano hospitalar , além da internação pode ainda incluir os serviços de obstetrícia, que garantem todo o acompanhamento durante a gravidez até o nascimento. Com esse plano, a mãe e o bebê receberão todo o acompanhamento necessário por até 30 dias após o nascimento.

No plano de saúde hospitalar ainda é possível escolher pelo tipo de acomodação: enfermaria ou apartamento. Nesses casos, quando houver a necessidade de uma internação, você será direcionado para um dos dois.

Enfermaria é o modelo de quarto dividido com outros pacientes, geralmente dois ou três outros leitos em um mesmo quarto. Essa é a opção mais barata, mas os horários de visitas são reduzidos e a permanência de acompanhantes não é recomendada.

Já o apartamento é um quarto onde o paciente estará sozinho, com acesso a um banheiro exclusivo. Por ser um local que o paciente não precisará dividir com outros pacientes, o valor para contratar esse sistema é mais caro do que no sistema de enfermaria.

Se você está procurando por um plano que tenha uma maior cobertura, o plano ambulatorial e hospitalar é a melhor opção.

O outro plano de saúde individual é o odontológico, que inclui todos os tratamentos relacionados à dentição.

Algumas operadoras oferecem também o plano odontológico em conjunto com o plano ambulatorial bastando também apenas oCadastro de Pessoas Físicas. Então vale a pena se informar se a operadora da sua escolha fornece o plano em conjunto.

O que fazer antes de escolher um plano de saúde individual?

Depois de escolher qual tipo de cobertura é melhor para você, o próximo passo é checar os preços em cada uma das operadoras que fornecem os serviços na sua região.

Depois de escolher com cuidado, é preciso escolher qual abrangência você quer que seu plano tenha. Uma cobertura regional irá permitir que você faça consultas em qualquer consultório credenciado na sua região.

Já a cobertura nacional permite que você realize os procedimentos em qualquer consultório da operadora em todo o território nacional.

Se você não costuma realizar muitas viagens, o mais adequado é escolher o plano com cobertura regional, pois é a opção com menor custo.

O plano de saúde será calculado então: pela abrangência, pelo tipo (ambulatorial, hospitalar e odontológico) e pela sua idade.

O próximo passo é checar qual a carência que será exigida, durante o período de carência você não poderá utilizar os serviços contratados.

Quanto maior for o período de carência, mais tempo você vai deixar sua saúde em risco, então é melhor procurar por um plano de saúde antes de ficar doente.

Como escolher uma operadora de planos de saúde?

Para escolher a melhor operadora é sempre bom checar todas as opções disponíveis e o que cada uma tem a oferecer.

Ter conhecimento prévio das operadoras e de todos os custos, além do período de carência, vai facilitar a sua escolha.

Com esse conhecimento, você evita que alguma informação passe despercebida, e ainda facilita na hora de comparar as várias operadoras. Comparando os preços do mesmo tipo de plano entre as operadoras vai garantir que você tenha o melhor, pelo menor preço.

Com tudo isso, você evita enfrentar filas intermináveis no sistema público de saúde e ainda garante que sua saúde esteja sempre em dia.

Escolhendo uma boa operadora, você garante, além de um atendimento diferenciado, toda uma infraestrutura em todo o processo. Dessa forma, você é atendido com muito mais agilidade, evitando qualquer transtorno.

Agora que você já sabe tudo sobre o plano de saúde individual, é só escolher qual o melhor plano para você e utilizar todos os serviços que ele tem a oferecer.

My Maps Individual Pessoa Física no Rio de Janeiro, RJ.

PLAYLIST PLANOS DE SAÚDE INDIVIDUAL PESSOA FÍSICA:

RSS NOTÍCIAS DE PLANOS DE SAÚDE INDIVIDUAIS NO RIO DE JANEIRO