Existem planos de saúde nos Estados Unidos.

  • Como são as regras públicas e privadas na saúde dos EUA.

  • Lá existe carência, quais as coberturas obrigatórias?.

  • Quem regula o mercado de assistência médica privada?

tem internação cotaçao corretor USA

PLANO DE SAÚDE NOS EUA

Assim como no Brasil, os Estados Unidos tem uma ampla oferta de planos de saúde ou seguro-saúde – em tradução livre do inglês health insurance – e operam de forma semelhante, porém detém suas particularidades. É bastante difundido que o sistema público de saúde americano tem baixa qualidade, é possível ver esse relato em séries e filmes, então, assim como no Brasil, os americanos aspiram a possuir essa ‘regalia’, mas há dúvidas de brasileiros, como lá existe carência para internação e cirurgia?

Alguns fatores a se entender

Primeiramente, é necessário entender algumas características que os planos de saúde americanos apresentam, algumas são análogas ao encontrado no Brasil, o que facilita o entendimento, mas outras são bastante diferentes.

  • Premium: parcelas mensais pagas pelos indivíduos a fim de contratar a operadora de planos;
  • Dedutível: é o valor que o contratante deve pagar todos os anos, antes que o plano comece a assumir efetivamente as despesas médicas;
  • Co-seguro: é um porcentagem das despesas médicas que é responsabilidade do contratante de quitar, depois que o dedutível for pago. Ou seja, em um plano de 20% de co-seguro, a operadora pagará 80% das despesas enquanto o indivíduo se responsabiliza pelos 20% restantes;
  • Limite de bolso máximo: o montante máximo que o indivíduo pagará por custos médicos anualmente.

Normalmente, somente o pagamento do premium garante a cobertura de alguns serviços básicos de saúde, porém, caso o indivíduo precise de serviços mais complexos, este deve arcar até que valor do dedutível seja atingido, após isso, entra o período de co-seguro e ao atingir o limite de bolso a operadora, então, se responsabiliza por todas as despesas restantes, havendo polêmicas quanto ao tratamento do câncer.

Em uma situação hipotética na qual o beneficiário passa por uma cirurgia, igualando um total de 100 mil dólares em despesas médicas, é de reponsabilidade do indivíduo arcar com o dedutível de mil dólares (o valor varia de acordo com o plano) e co-seguro de mil dólares (nesse caso, assume-se que o limite de bolso contratualmente instituído foi de mil dólares). Dessa forma, este desembolsou 2 mil dólares por uma cirurgia de 100 mil, e caso volte a precisar de serviços de saúde, pela mesma razão ou qualquer outra, a operadora se responsabiliza por 100% das despesas médicas.

Vale ressaltar que todos os anos esse ciclo é reiniciado, então o beneficiário deve ter em mente que voltará a arcar com dedutível e co-seguro.

Tipos de planos

Encontram-se principalmente duas formas de acesso a esses planos, através das empresas e individualmente. No primeiro caso, é um plano de saúde coorporativo, que, como no Brasil, é fornecido pelas empresas a seus empregados, nesse todos os termos são acordados pelos empresários; já no segundo caso, a contratação individual de um plano de saúde normalmente é mais caro, porém, o indivíduo decide o que contrata de acordo com suas necessidades.

Querendo o seu plano aqui no Rio de Janeiro? Consulte: Cotar tabela de Saúde RJ

Veja nossa postagem sobre os Maiores planos de saúde do Brasil.

Fale rápido, fale por Whatsapp       (21)98807-3978

Abrir Conversa